Memoria Afetiva

Jalebi
Desde de que eu cheguei da Índia estou tentando escrever para contar tudo o que vi e experimentei mas não sabia por onde começar, afinal é muita informação acumulada, a profusão de cores, aromas e sabores é infinita. Isto começou a mudar a partir do momento em que assisti Lion, uma jornada para casa. Começa que o filme é lindo, emocionante, bem contado, cativante, bons atores ( já deu para ver que eu gostei) mas o que mais me impressionou na história toda foi o gatilho para a volta da memória de Saroo, o garoto indiano de 5 anos que se perdeu na Índia e foi adotado por uma família australiana.

Ao ver uma comida de sua infância todas as memórias começam a voltar e com ela os sentimentos contidos naqueles momentos. Isto é exatamente o que acontece comigo! A minha memória afetiva é totalmente gastronômica, eu sempre me lembro das situações por uma gosto ou cheiro de alguma comida e eu voltei com a mala carregada de muitos temperos, devem durar pelo menos uns 5 anos, tempo de relembrar e contar tudo que vi por la.

Jelebi, este é o doce que fez a memória de Saroo voltar. Eu não comi, mas trouxe um vidro cheio de açafrão e logo vou testar! Achei até um vídeo que explica como fazer, espero que vocês gostem. Uma das coisas que mais me encantou na Índia foi a amabilidade das pessoas, um pais onde se falam mais de 400 línguas e dialetos diferentes mas sempre com o mesmo espirito de cordialidade, apesar do constante barulho das buzinas, sinos e cornetas aonde o colorido impera por todos os lados.

Se eu tivesse que resumir em uma frase o que aprendi com esta viagem é o seguinte: Tudo é relativo!

Um beijo,

Paula

 

http://www.archanaskitchen.com/homemade-jalebi

 

 

 

 

Receitas relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


um × = 8