Brigadeiros

IMG_7688-cópia-cópia
"Iguaria 100% nacional! Assim chamado em quase todo o território nacional,
em Porto Alegre o docinho é conhecido por “negrinho”, nos demais estados a
historia é que durante a campanha para a presidência da republica em 1954 as
correligionárias mais prendadas do Brigadeiro Eduardo Gomes serviam o docinho
durante os encontros políticos. O candidato não ganhou mas em compensação seu
docinho ficou mundialmente conhecido. Qual o gringo que não volta do Brasil
louco por um brigadeiro? Tenho um amigo sueco, Martin, que a primeira vez que
foi na minha casa foi em um aniversário meu. Ele tinha acabado de chegar ao pais
e depois de muitas caipirinhas resolveu experimentar o tal docinho...comeu um
prato inteiro. Nesta época ele nem filhos tinha, hoje são 3 adolescente e
voltaram todos para Suécia mas cada vez que nos encontramos sempre tem que ter
brigadeiro.
Aqui é a versão clássica e simples, hoje em dia existem tantas novidades
com os brigadeiros que até livro já rendeu . Mas ferias que se prezam tem que
ter pelo menos 1 panela de brigadeiro, de preferencia comido quente e na
colher."

texto: Paula Weber

 

 

Ingredientes
1 lata de leite condensado
3 colheres de sopa de chocolate em pó
1 colher de sopa de manteiga
granulado de chocolate

Modo de Fazer
Misture bem em uma panela, leve ao fogo e vá mexendo até que o fundo apareça
Enrolar as bolinhas e passar pelo granulado
Para o Brigadeiro de colher, tire antes que apareça o fundo da panela.

 
© Copyright Georgia Zeringota e Paula Weber – Todos os direitos reservados.

Receitas relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


× 6 = quarenta dois